Entenda o que é, e como é calculado o INPC

Publicado em 03/12/2018 18:36 

O INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) é obtido a partir do índice de preços ao consumidor regional, e tem como objetivo mostrar a variação dos preços no mercado varejista, mostrando o aumento no custo de vida da população.

Ao contrário do IPCA (Índice de Preço ao Consumidor Amplo), que mede uma faixa de 40 salários mínimos, o IPC é responsável por medir os custos da parcela da população que recebe de 1 até 5 salários. Vejamos um exemplo:

·       Se um produto da cesta básica (arroz, feijão, leite, frutas...) tem um aumento nos preços, essa variação no valor tem um impacto muito maior no grupo do INPC.  As alterações nos valores das passagens de ônibus (grupo de transportes) e do gás de cozinha (grupo de habitação), também são sentidas nesse setor. Já a variação nos preços de automóveis e gasolina tem maior impacto no IPCA, pois não são produtos de consumo tão importantes para a classe de menor renda.

 

Como é calculado?

O período de coleta do INPC vai do 1° ao dia 30 de cada mês e abrange estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços, concessionárias de serviços públicos e internet.

No setor de produtos e serviços, são considerados nove grupos: alimentação e bebidas, artigos para residência, comunicação, despesas pessoais, saúde e cuidados pessoais, educação, habitação, transportes e vestuários. Esses itens são subdivididos na hora do cálculo e ao todo são consideradas variações de preço de 465 subitens.

 

Fonte: IBGE