Estratégias de crescimento no varejo

Publicado em 13/08/2018 17:02  | Economia

No clássico filme americano Field of Dreams (Campo dos Sonhos), o protagonista (um jogador de basebol) escuta uma voz inspiradora que dizia “se você construir eles virão”. O texto fico famoso no mundo empresarial e acabou virando lema para várias startups: “concentre-se no desenvolvimento do seu produto e seus clientes virão”.

Se você é empreendedor e enxerga as vendas de marketing como um mal necessário ou está passando por turbulências econômicas, nunca foi tão importante ter um planejamento especial de vendas e ser produtivo para converter qualquer oportunidade em receita para o bom desempenho do seu negócio.

Um bom planejamento de vendas desse ser simples e direto. Ele deve conter seus principais objetivos e metas para conquistar novos clientes e satisfazer os já existentes.

Segundo o especialista em comércio eletrônico e varejo, Fred Rocha, as empresas estão perdendo a eficácia nas vendas por falta de se atualizarem ao novo perfil de consumidor. Para ajudar os empresários do comércio a reavaliar suas estratégias de marketing, listamos algumas dicas que podem fazer a diferença no seu negócio.

1. Defina sua meta 

Esse é o primeiro passo, é ele quem definirá o seu ritmo de crescimento e o desenvolvimento periódico de novas vendas. Esses são os principais pontos que você deve considerar ao definir sua meta:

Por meio do seu planejamento estratégico, você irá definir qual meta de crescimento atende a sua empresa;

Feito isso, você irá colocar no papel o número de vendas para clientes existentes e o número desejado para atingir um novo público.


2. Esteja presente no mundo digital

Você utiliza o seu smartphone para pesquisar produtos, comprar e se relacionar com marcas e pessoas, não é? O consumidor está online e temos muita tecnologia disponível. Lembre-se: por meio da Internet, você pode vender para qualquer lugar do mundo!

Comece cadastrando seu negócio no Google: ele sempre privilegia empresas locais em buscas. As redes sociais também são ótimas para os negócios: use-as para conversar e se relacionar com seu consumidor, levar novidades e convidar para lançamentos.


3. Personalize seu atendimento 

Utilize o planejamento para conhecer seu cliente, e saber qual o tipo de produto o interessa. Crie uma lista de contatos com o nome e dados básicos do consumidor, demonstre interesse para que ele se sinta importante. Se você se interessa pelo seu cliente, ele vai se interessar por você!


4. Vá para linha de frente e tire proveito das boas notícias

Quando começamos o nosso negócio estamos sempre em contato com nosso cliente, mas ao crescermos um pouco, temos que ir para atrás de uma mesa administrar, certo? Pois é, tire um tempo e vá para o balcão conversar com as pessoas, e esteja pronto para ouvir críticas. E quando ouvir, não fique justificando, anote todas, e use na sua reunião semanal com a equipe. A crítica ensina mais que um elogio! 

5. Realize reuniões semanais breves e objetivas 

As pessoas precisam de um momento para “jogar tudo na mesa”, conversar sobre as metas alcançadas, sobre as críticas e futuras ações.  Essas reuniões não precisam ser longas, 30 minutos é o suficiente para tratar de todos os assuntos.

Fonte: SEBRAE